quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

NOVA CRUZ/RN Prefeitura recebe notificação do MPE para não realizar gastos com festas


O documento ainda coloca que se a gestão municipal de Nova Cruz não acatar a recomendação do MPE irá tomar as medidas extrajudiciais e judiciais cabíveis.
ministerio-publico-do-rn
Prefeitura de Nova Cruz recebeu a notificação na última quinta-feira (28)
A Prefeitura de Nova Cruz recebeu na última quinta-feira (28) um documento de notificação do Ministério Público Estadual (MPE) recomendando o Poder Executivo Municipal  a não realizar qualquer despesa relacionada a eventos festivos. O documento inclui a contratação de artistas, serviços de buffet e montagens de estruturas para realização de eventos.
A recomendação do Ministério Público Estadual considera várias situações como argumento para expedir a notificação à gestão municipal, entre elas a crise econômica e financeira que afeta o país, os estados e os municípios; O decreto nº 25.862 expedido pelo Governo do Estado e que dispõe sobre a impossibilidade de ajuda financeira estadual para eventos carnavalescos; como também a expressiva queda no Fundo de Participação dos Municípios; e os crescentes casos de microcefalia relacionados ao mosquito da dengue.
O documento ainda coloca que se a gestão municipal de Nova Cruz não acatar a recomendação expedida, o MPE por meio da 2º Promotoria de Justiça da Comarca de Nova Cruz irá tomar as medidas extrajudiciais e judiciais cabíveis na citada situação.
A recomendação 005/2016 é assinada pelo 2º Promotor de Justiça da Comarca de Nova Cruz, José Roberto Torres da Silva Batista.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

NOVA CRUZ/RN Ex Chefe de Gabinete…

Lança livro em Nova Cruz.

O livro é de autoria do Professor, ex vereador e ex chefe de Gabinete de Nova Cruz, João Severino da Cunha.

Em uma noite de gala, com presenças de familiares, amigos e autoridades, no espaço Lydhiane Festas em Nova Cruz, foi lançado o livro “O pouso das aves sem ninho” de autoria de João Severino da Cunha.
No evento que foi cerimoniado por mim (Claudio Lima), dentre as autoridades estavam diretores de escolas – colegas da área da educação do autor e secretários e coordenadores municipais da atual administração que trabalham com o escritor.
A solenidade foi iniciada com as palavras e a Bênção dadas pelo Pe. Francisco Assis Inácio – Pároco de Nova Cruz, que destacou a vida do autor e o conteúdo do livro. Em seguida o autor relatou que o  livro é uma obra que “revisita memórias, aviva lembranças, costura tirstezas e alegrias”. São memórias da saga vivenciada pela família do autor – avós, pais e irmãos – no brejo paraibano e no Rio Grande do Norte. Uma história com riqueza de detalhes sobre a vida, as profissões, os utensílios e o ciclo de vida daquela família nestas duas regiões vizinhas.
Um vídeo apresentado em seguida, mostrou todas as fases da vida do autor, desde a infância até os dias atuais e as entrevistas com alguns dos personagens e  imagens dos locais principais destacadas no livro, deu a dimensão da riqueza de detalhes que a obra contém.
A mesa de honra foi formada pelos irmãos do autor, que pela ordem de nascimento foram: Severina, José Severino, Nilda, Lucimar, Deusuíto, João Severino ( o autor) e Elenilda, com a ausência apenas da terceira irmã do escritor, a Senhora Valdecila que não pôde se fazer presente ao evento. Oportunidade em que, Elenilda falou em nome deles em relação a obra o irmão.
João Severino da Cunha oportunizou a palavra aos parentes e amigos presentes, em que, vários aproveitaram para se apresentar para os parentes, inclusive por ventura, que ainda não se conheciam. Ao final, o filho do Ex Prefeito José Peixoto Mariano (in memorian), João Peixoto, compadre do autor, falou aos presentes e enalteceu a vida e a obra de João Severino.
Em seguida seguiu-se a sessão de autógrafos do livro aos presentes. A solenidade foi encerrada com um jantar oferecido pelo autor aos presentes ao som do cantor Edson.
Claudio Lima - da Assessoria de Comunicação da PMNC, recebendo o livro do autor
Claudio Lima – da Assessoria de Comunicação da PMNC, recebendo o livro do autor

BREVE ASPECTOS DO AUTOR

(O escritor do livro e sua irmã mais velha, D. Severina)

João Severino da Cunha nasceu em ” Sítio Baiano”, entre as cidades de Belém e Pirpirituba/Pb, em 1953 e mudou-se para Nova cruz aos 11 anos de idade, onde erradicou-se novacruzense. Formou-se pela UFRN . Exerceu em nossa cidade, cargos públicos de professor, diretor e secretário escolar, Chefe de Gabinete do município (nas gestões do Prefeito Cid Arruda Câmara), além de Vereador, com mandato nos anos de 1983 a 1988.

NOVA CRUZ, Programa Bolsa Família inicia atualização cadastral de 2016‏ Por Assessoria de Comunicação em Notícia - 29 de janeiro de 2016


Para efetivar a atualização o beneficiário deve levar a certidão de nascimento ou casamento, CPF, título de eleitor, RG, carteira de trabalho e declaração escolar de matrícula das crianças.
Bolsa Família Nova Cruz (2)
Atualização cadastral segue até abril
A Prefeitura de Nova Cruz por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social iniciou a atualização cadastral daqueles beneficiários do Programa Bolsa Família com numeração final de cartão terminada em 1, 2, 3, 4 e 5 e que estão com mais de dois anos sem realizar o procedimento de atualização. Para efetivar a atualização, o titular do cadastro deve procurar a unidade do Programa Bolsa Família, situada na Praça Barão do Rio Branco, 388, (Prédio do Fórum de Nova Cruz), de segunda a quinta-feira, das 7h às 12h e das 14h às 17h.
Para efetivar a atualização o beneficiário deve levar a certidão de nascimento ou casamento, CPF, título de eleitor, RG, carteira de trabalho e declaração escolar de matrícula das crianças. Se a criança mudou de escola, o responsável também deve atualizar o cadastro. O período de atualização para estes beneficiários segue até o mês de abril deste ano.
Os beneficiários que não atualizarem o cadastro podem sofrer as penalidades impostas pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), que prevê as punições de advertência (não tem efeito no benefício); bloqueio (benefício bloqueado por um mês); suspensão (parcela fica suspensa por dois meses); e cancelamento (não recebe o benefício).
Em 2015, o setor do Programa Bolsa Família em Nova Cruz passou por reforma e para melhor atender os beneficiários. Além da climatização dos setores, foi colocado piso de cerâmica, pintura e amassamento das paredes e teto, instalação de novas portas no interior e porta de vidro na entrada, construção de dois banheiros com acessibilidade, e TV para os beneficiários que aguardam atendimento. Parte da mobília dos escritórios também foi trocada, dando aos servidores e usuários melhor comodidade e condições dignas de trabalho.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

NOVA CRUZ-RN ESTA EM FESTA MISSA SOLENE DA FESTA DE SÃO SEBASTIÃO E PROCISSÃO DE ENCERRAMENTO

A história do santo
De acordo com a história, São Sebastião era um soldado que teria se alistado no exército romano. Segundo a crença católica, ele nunca deixou de ser um cristão convicto e ativo, que fazia de tudo para ajudar as pessoas.  
  •  

Ainda segundo a história, enquanto soldado, ele foi tratado como traidor e teve a execução ordenada pelo imperador. Ele foi machucado com flechas, dado como morto antes de ser atirado em um rio, porém, Sebastião ainda estava vivo. Foi encontrado e socorrido por uma viúva, que retirou as flechas do peito de Sebastião e lhe ofereceu tratamento. Assim que se recuperou, ele se apresentou novamente ao imperador, que ordenou aos guardas que o açoitassem até a morte.

NOVA CRUZ-RN. Prefeitura distribui suporte alimentar para 150 famílias carentes

Na ocasião, o prefeito Cid Arruda ressaltou a importância das parcerias realizadas entre a prefeitura e entidades e pessoas da sociedade civil, cujo objetivo é desenvolver o município.
assistência social - suporte alimentar (3)
Prefeito Cid Arruda ressaltou a importância das parcerias para o bem de Nova Cruz
A Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social, realizou na manhã dessa terça-feira, (19) a entrega de 150 suportes com alimentos não perecíveis para as famílias acompanhadas pelo Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) e pelo CAPS AD III. A atividade aconteceu no Centro de Convivência dos Idosos (CCI) com as presenças do prefeito Cid Arruda, da secretária de Assistência Social, Márcia Valéria de Morais, além de técnicos dos CRAS, do CAPS AD III e das famílias beneficiadas com o suporte alimentar.
Os alimentos foram arrecadados através de uma parceria firmada entre a iniciativa privada e a Prefeitura de Nova Cruz, por meio do show musical denominado Natal Solidário, realizado dia 24 de dezembro do ano passado, em espaço público cedido pela Prefeitura. A ação foi idealizada pelo cidadão Valmir Júnior e a entrada foi um quilo de alimento não perecível. Na ocasião foram arrecadados 1.500 quilos de alimentos.
assistência social - suporte alimentar (1)
Foram distribuídas 150 suportes alimentares para famílias atendidas pelo Cras e CAPS AD III
O prefeito Cid Arruda ressaltou a importância das parcerias realizadas entre a prefeitura e diversas entidades e pessoas da sociedade civil, cujo objetivo é desenvolver o município. Sobre a parceria firmada em prol do evento Natal Solidário, o prefeito falou da possibilidade em que várias famílias carentes do município puderam ser beneficiadas com os alimentos.
Na oportunidade, a secretária de Assistência Social, Márcia Valéria de Morais, falou que doar alimentos por meio de recursos próprios não é uma pratica adotada pela atual gestão, haja vista a criação dos vários programas sociais, entre eles o Bolsa Família, onde a família pode sacar o benefício liberado pelo Governo Federal para compra de alimentos.
A secretária falou ainda sobre o trabalho desenvolvido pela equipe do Programa Bolsa Família de  Nova Cruz, a fim de moralizar, fazendo com que o beneficio possa chegar às famílias que se enquadram nos critérios do programa e realmente necessitam da ação social. “Com o trabalho sério desenvolvido pela Prefeitura pudemos neste mês de janeiro levar o beneficio do Bolsa Família para mais 500 novas famílias de Nova Cruz”, informou.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

SAÚDE Anvisa suspende lotes de anti-inflamatórios diclofenaco e nimesulida

A Anvisa também determina que a empresa recolha o estoque existente no mercado

Publicado em 14/01/2016, às 16h50

Da ABr

Os lotes do diclofenaco sódico 50 mg suspensos são todos produzidos até dia 19 de outubro de 2015 / Reprodução: Internet

Os lotes do diclofenaco sódico 50 mg suspensos são todos produzidos até dia 19 de outubro de 2015

Reprodução: Internet

Agência Nacional de Vigilância Sanitária suspendeu nesta quinta-feira (14) a distribuição e a venda dos lotes dos anti-inflamatórios diclofenaco, estolato de eritromicina e nimesulida da empresa Prati Donaduzzi. A decisão foi tomada porque a empresa alterou o processo de produção dos três medicamentos sem prévia avaliação da agência reguladora.
A Anvisa também determina que a empresa recolha o estoque existente no mercado e recomenda que quem tenha o produto em casa não faça uso.
Os lotes do diclofenaco sódico 50 mg suspensos são todos produzidos até dia 19 de outubro de 2015. Já o estolato de eritromicina 50 mg/mL suspensão oral e a nimesulida 50 mg/mL suspensão oral tiveram suspensos todos os lotes produzidos com irregularidade, sem especificação de data.
Procurada pela Agência Brasil, a empresa Pratti Donaduzzi disse que as alterações feitas sem autorização da Anvisa visam à modernização dos processos produtivos e do parque fabril, com instalação de novos equipamentos com a mais alta tecnologia disponível no mercado mundial.
Em nota, a empresa afirma que seus produtos atendem os mais altos padrões de qualidade e eficácia na sua plenitude, “uma vez que as constatações pós-registro são de ordem documental”. A empresa diz que está tomando todas as medidas cabíveis para resolver a situação o mais breve possível.  fonte.  http://jconline.ne10.uol.com.br/

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

NOVA CRUZ, POSSE CONSELHO TUTELAR

Prefeito Cid Arruda empossa novos Conselheiros Tutelares para o quadriênio 2016 a 2019, que foram eleitos em escrutínio eletrônico direto pela população nova-cruzense  no ano passado.
CONSELHO POSSE
A solenidade aconteceu na manhã de segunda feira, 11 de Janeiro, no Salão de Júri do Fórum da Comarca de Nova Cruz, situado no Centro Administrativo, na praça Barão do Rio Branco, centro e nela foram empossados os seguintes Conselheiros:
TITULARES
Álisson Valves da Silva
Carlos Roberto Soares da Cunha
Ivandson Marques Mandu
Danilo Batista Cunha Lima
José Erivaldo de Araújo
SUPLENTES
Zenaide Toge
José Pedro da Silva
Rafaelly Alves da Silva
Antonia da Silva
Rogério de Oliveira Pereira

O ato solene foi presidido pelo Presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes -CMDCA de Nova Cruz, José de Souza Vieira e pelo Prefeito Cid Arruda Câmara, em que também compuseram a Mesa de Honra, o Presidente da Câmara Municipal, Vereador Edson da Costa Moreira, o Vereador Valdo Salu, a Secretária Municipal de Assistência Social, Márcia Valéria e a Presidente do Conselho Tutelar do período de 2011 a 2016, Ivanilda Laurentino. Evento ainda prestigiado por representantes da sociedade civil organizada, como associações, conselhos municipais, secretários municipais, participantes dos diversos programas sociais, educacionais e da saúde do município e familiares dos conselheiros.
O Termo de Posse foi assinado pelo Prefeito e pelo Presidente do CMDCA e em seguida foi proclamada a nomeação dos Conselheiros pelo Chefe do Executivo municipal. Logo após foi prestado o Juramento pelo Conselheiro Alisson Alves da Silva em nome dos colegas. Os recém empossados passaram a receber os seus certificados de posse no cargo das mãos dos presidentes da solenidade.
CONSELHO POSSE 2
Um momento marcante da solenidade foi a homenagem prestada pela Mesa de Honra através de um “Certificado de Reconhecimento” aos Conselheiros Tutelares que atuaram no quadriênio anterior: Antônia da Silva, Grécia Maria Vieira, Ivanilda Laurentino da Costa, Valmir Bernardino de Oliveira Jr (Juninho) e Zenaide Toge.
O Conselho Tutelar é um órgão permanente e autônomo, composto por cinco membros eleitos pela comunidade local, para compor o Conselho por 4 anos. Sua Criação e funcionamento são previstos na Lei Federal n. 8.069/1990, de 13 de Julho de 1990, pelo Estatuto da Criança e do Adolescente -ECA e pela Lei Municipal n. 1.069/2011 de 22 de Julho de 2011, cujo principal papel é zelar pelos direitos das crianças e dos adolescentes conforme preceituam as Leis relacionadas.