segunda-feira, 23 de abril de 2018

Veja a lista das 26 cidades do RN que terão o sinal analógico de TV desligado em maio



A transição do sinal analógico para o sinal digital já começou no Rio Grande do Norte. No dia 30 de maio o sinal analógico será desligado nas seguintes cidades do estado:
  • Natal
  • Arês
  • Brejinho
  • Ceará-Mirim
  • Extremoz
  • Ielmo Marinho
  • Lagoa de Pedras
  • Lagoa Salgada
  • Macaíba
  • Maxaranguape
  • Monte Alegre
  • Nísia Floresta
  • Parnamirim
  • Poço Branco
  • Riachuelo
  • Rio do Fogo
  • Santa Maria
  • São Gonçalo do Amarante
  • São José de Mipibu
  • São Pedro
  • Senador Giorgino Avelino
  • Serra de São Bento
  • Taipu
  • Tibau do Sul
  • Vera Cruz
  • Vila Flor

Se a sua cidade não está nesta lista você pode consultar a data do desligamento do sinal analógico AQUI.

NOTA DE FALECIMENTO!

É com profundo pesar que" comunica o falecimento do Sr. Manoel Enrique do nascimento, MAIS CONHECIDO COMO mané enrique. ocorrido neste dia 22 de abril de 2018, em NOVA CRUZ.
Os familiares:
Gonzaga henrique, Lenildo Henrique, pitoe Henrique, Milton Henrique, neném Henrique, graça Henrique, gonzallez henrique e demais familiares:
Desejamos à família e amigos os mais sinceros votos de paz espiritual neste momento tão difícil de perda.
O corpo está sendo velado na Rua JOÃO GOUVEIA DA SILVA, número 264 alto das FLORES.
sepultamento será realizado às 16:00h desta segunda feira (23), de abril de 2018 PARA O Cemitério, LOCAL:

sexta-feira, 20 de abril de 2018

Vacinação contra a gripe começa segunda (23) no RN

A vacinação contra a gripe começa na próxima segunda-feira (23) em todo o Rio Grande do Norte. A meta é vacinar 879.430 pessoas no RN.

A campanha é nacional e segue até 1ª de junho. Em todo o país a estimativa é que 54,4 milhões de pessoas sejam imunizadas. notificação   será   nova cruz esta na lista?

Executivo afirma que PGR não pediu afastamento do governador

Do Governo do Estado sobre a denúncia contra o chefe do Executivo encaminhada à Assembleia Legislativa: 

 
Nota
A informação de que a Procuraroria Geral da República pediu afastamento do Governador Robinson NÃO CORRESPONDE à verdade.
O que ocorreu foi que o Ministério Público, com base na reprovação de contas indicada pelo TCE, encaminhou pedido à PGR, e aquela Procuradoria apenas reencaminhou o pedido para a Assembleia Legislativa, sem emitir NENHUM juízo de valor.

A PGR, por Lei, não se manifesta sobre este tipo de matéria, e se constitui em CRIME DE RESPONSABILIDADE atribuir tal pedido à aquela Procuradoria. fonte.  http://www.thaisagalvao.com.br/

terça-feira, 17 de abril de 2018

‘BBB18’: Paula beira a xenofobia na tentativa de chegar à final

‘Sou brasileira raiz’, diz a ex-jogadora de vôlei, ao defender sua permanência contra a Família Lima no último paredão desta edição

“Por que você deve estar na final do BBB18? Três, dois, um é seu”, diz Tiago Leifert, dando a deixa para que a ex-jogadora de vôlei Paula faça a sua defesa, depois de ser indicada por Kaysar, o último líder desta edição do Big Brother Brasil, para o derradeiro paredão do reality show da Globo neste ano, na noite desta segunda-feira. As primeiras palavras da paulista são: “Bom, Tiago, eu sou brasileira raiz”.
A mensagem é clara: quero o prêmio e, assim, desbancar Kaysar, um refugiado sírio que sequer deveria estar neste programa de nome “Brasil”, como a própria Paula e o já eliminado Wagner chegaram a sugerir durante esta edição do BBB. Kaysar deveria participar do Big Brother Síria, chegaram a dizer, em uma estratégia de jogo que resvala na xenofobia, a aversão ao estrangeiro, em um país que tem a mítica imagem de acolhedor.
É um jogo duro e parece motivado pela força de Kaysar: ele quer trazer os pais da Síria, país que está em guerra há anos e acaba de ser bombardeado pelos Estados Unidos de Donald Trump, e instalá-los no Brasil. fonte,  https://veja.abril.com.br/

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Promessa Pai que cavalgou 2 mil km chega à Paraíba e cumpre promessa de ver formatura da filha

Josemar de Oliveira saiu de Brasília no dia 17 de março e chegou na  

Pai cumpre promessa e viaja a cavalo 2 mil quilômetros e 29 dias para formatura da filha (Foto: Reprodução/Tv Paraíba)
Na tarde deste domingo (15) chegou ao distrito de São Gonçalo, no município de Sousa, Sertão paraibano, o supervisor de obras Josemar de Oliveira, junto com o cavalo que o acompanhou durante os 2 mil quilômetros e 29 dias entre Brasília e a Paraíba. 
Josemar cumpriu a promessa que fez à filha cerca de cinco anos atrás, cavalgar até o interior paraibano para participar da festa de formatura dela em medicina veterinária, pelo Instituto Federal da Paraíba (IFPB), no campus de Sousa.
Planejada há dois anos, Josemar não fez essa viagem sozinho. A sua esposa, a dona de casa Lucimar Dantas, 51 anos, seguiu com ele, além de um casal de amigos, o produtor rural Cícero Duarte, 41 anos, e a dona Maria das Graças, 36 anos. O casal é de Poço de José de Moura, também no Sertão da Paraíba, e conheceu os pais de Beatriz durante o planejamento da viagem.
Para essa aventura, Josemar montou uma estrutura de cuidados tanto para ele quanto para os animais que o acompanham nessa missão. Além disso, ele fez um orçamento de cerca de R$ 15 mil para completar a promessa.
O grupo chegou na tarde do domingo e cerca de 25 cavaleiros do Alto Sertão da Paraíba foram recepcionar Josemar e o amigo Cícero Duarte. A intenção de todos era fazer a última parte da viagem cavalgando pela Zona Rural, mas as chuvas prejudicaram as estradas nas comunidades que faziam parte do trajeto. O fim da viagem foi feito pela BR-230.
Josemar é natural de Coremas, na Paraíba, mas ainda criança se mudou para São Gonçalo, onde morava a esposa, e há 29 anos foram morar em Brasília. Todos os anos ele visita o lugar onde passou boa parte da infância e da adolescência. Cavalgando, é a primeira vez que fez a viagem, o que a tornou ainda mais especial.
“Eu sempre tive vontade de fazer uma viagem longa a cavalo. Gosto muito de cavalgar. E quando Beatriz foi para Sousa fazer medicina veterinária eu achei que ela não ia aguentar, ia voltar para casa. Aí fiz a promessa e agora estou cumprindo”, explicou o supervisor de obras.
No roteiro da viagem, que partiu de Brasília em uma cavalgada até a saída da capital, estava a passagem pelos estados de Goiás, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco e Ceará, até chegar à Paraíba. Para conseguir concluir todo esse trajeto, foi montada uma operação entre os viajantes.
As mulheres seguiram em uma caminhonete onde tinha alimentação e outros itens para dar suporte à viagem, cuja maior parte era para os bichos, incluindo ainda medicamentos. Havia também um trailer para levar a ração dos animais e para eles serem transportados em algumas circunstâncias. Isso porque os homens alternavam a cavalgada em três animais, sendo uma mula (Tesoura), um burro (Alicate) e uma égua (Bella), e iam uma parte no carro.
Dos 2 mil km do percurso, a pretensão de Josemar era fazer pelo menos 1,4 mil km montado e o restante no automóvel. Ele conseguiu percorrer 1,05 mil km cavalgando. Segundo ele, não dava para fazer a viagem toda cavalgando devido às condições das rodovias, do cansaço para eles e para os animais.
Josemar fez questão de levar um mapa em vez de um GPS para visualizar melhor o caminho e evitar ao máximo o asfalto, cavalgando apenas na estrada de terra. fonte.  https://www.clickpb.com.br/paraiba/

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Instituto pede liminar a Marco Aurélio, do STF, que pode tirar Lula da prisão

O Instituto de Garantias Penais (IGP) apresentou na manhã desta segunda-feira um pedido ao ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), para que ele conceda uma liminar a fim de condicionar uma execução da pena a uma decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), proposta que poderia retirar da prisão o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
O pedido do IGP, assinado pelo advogado criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, requer também a concessão de uma cautelar para que se determine a "libertação daqueles presos com alicerce em fundamentação diversa". 
FOTOS: a prisão de Lula em imagens (Via El País)
Brazilian Court Orders Immediate Arrest Of Former President Lula Da Silva: O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva leva ao mão ao peito durante uma missa-ato em homenagem a sua mulher Marisa Letícia, falecida em 2016. A cerimônia, comandada de uma espécie de carro de som, foi realizada nos aforas do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, transformado em 'bunker' desde quinta-feira, quando Lula recebeu a ordem de prisão de determinada pelo juiz federal Sérgio Moro. A prisão de Lula em imagens: choro e raiva de um lado, fogos e panelas de outro  
Desde sábado, Lula começou a cumprir pena de 12 anos e 1 mês de prisão, em regime fechado, após ter tido sua condenação confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) no processo do tríplex do Guarujá.
Após o STF negar pedido de habeas corpus para o ex-presidente permanecer em liberdade, o TRF-4 determinou a execução da pena de Lula ao argumentar que haviam sido encerados todos os recursos cabíveis naquela instância. A prisão foi determinada pelo juiz federal Sérgio Moro logo em seguida, na quinta-feira.
A petição apresentada por Kakay, se aceita, precisará ser referendada pelo plenário do STF. Ela foi proposta em uma das duas Ações Declaratórias de Constitucionalidade (ADCs), relatadas por Marco Aurélio, que questionam a possibilidade de se executar uma pena após o fim dos recursos em segunda instância.
O instituto tem atuado nessa ação como amicus curiae (amigo da corte), tendo autorização do STF para fazer manifestações e pedidos no processo, apresentado originalmente pelo Partido Ecológico Nacional (PEN).
Marco Aurélio afirmou na semana passada que vai levar esta semana as duas ações que tratam de execução da pena para julgamento no plenário do Supremo.
Procurado pela Reuters nesta segunda-feira para comentar o pedido do IGP, o ministro disse que não iria se manifestar sobre a demanda e tampouco vai comentar a "quadra atual". "Não sou juiz de um único processo", disse.
Ministro Marco Aurélio Mello, do STF, durante sessão da corte © REUTERS/Adriano Machado Ministro Marco Aurélio Mello, do STF, durante sessão da corte APOSTA
Após uma série de recursos rejeitados em várias instâncias judiciais, a aposta da defesa de Lula é que, no julgamento das ações, mude o entendimento do STF para impedir a execução da pena após condenação em segunda instância. Aliados do presidente esperam que a ministra Rosa Weber, do STF, vote contra a execução após decisão de tribunal estadual ou federal, alteração que poderia colocar o petista em liberdade.
Em nota, Kakay disse que não é advogado de Lula, de quem é amigo, e que uma das ações que discute a prisão em segunda instância foi apresentada antes mesmo de Lula ter sido denunciado no caso do tríplex.
"Essa ação declaratória não visa garantir o direito individual de quem quer que seja. Não somos advogados do ex-presidente Lula e o processo da ADC 43 não tem nome na capa", disse.
Segundo Kakay, a presença nos autos de defensorias públicas e outras entidades demonstra a necessidade de debater o caso, o que "pode revelar de maneira inequívoca qual a definição sobre o assunto, de relevância transcendente, que tem o plenário do Supremo".
"Daí o pedido feito com a urgência que o caso requer. É desnecessário ressaltar, independentemente do resultado, o nosso irrestrito respeito ao Supremo Tribunal Federal", frisou o advogado.fonte. msn.