domingo, 21 de julho de 2013

Confusão no Concurso de Passa e Fica; Candidatos deixam de fazer as provas por falta de transparência no Edital


Uma grande confusão aconteceu na tarde desse sábado com a aplicação das provas para o cargo de Atendente de Consultório referente ao concurso de Passa e Fica.

As provas objetivas para quem concorria a umas das quatro vagas para este cargo, foram realizadas em São José do Campestre, na Escola Estadual Padre Tomás de Aquino. O início da prova, segundo alguns candidatos, começou com mais de meia hora de atraso, o que já causou desconforto nas salas. Porém, o pior ainda estava por vir. Para a surpresa dos candidatos, o conteúdo da prova era totalmente diferente do que eles tinham estudado e do que estava no edital de abertura.  A prova que deveria, segundo o edital ter apenas português, matemática e informática veio com grande maioria das questões de área específica da saúde dentária. Os candidatos solicitaram a presença da coordenadora geral da Funvapi, que se encontrava em Passa e Fica, para tentar resolver a situação.


Porém o que era para ser a solução, se tornou um grande tumulto, isso porque segundo a coordenadora, a Sra. Maria Zuleide, não tinha nada de errado, que na verdade, a vaga para que eles estavam prestando o concurso era Atendente de Consultório DENTÁRIO, e que era necessário as questões específicas, além de ter curso de auxiliar de consultório dentário e registro no conselho regional de odontologia. A revolta tomou conta de todos, e os ânimos se exaltaram, afinal no edital além de não pedir para os candidatos estudarem conteúdo específico pra saúde, exigia para se assumir a função apenas o Ensino Médio Completo.

No pacote onde estavam as provas o cargo escrito era Atend. Consultório

A coordenadora defendeu a empresa por dizer que a Funvapi divulgou uma Errata trazendo as modificações, o que na verdade passou despercebido por todos.

Os candidatos pediram a anulação da prova devido a falta de transparência no edital, e mais de 100 assinaturas foram colhidas em uma folha de ocorrência, mas segundo os candidatos, a coordenadora se recusou a assina-la. Depois de muito bate boca, a coordenadora saiu sem dá uma certeza do que acontecerá com respeito a essa prova.


O NovaCruzOficial se compromete em buscar um posicionamento, tanto da Funvapi, empresa responsável pelo concurso, como da Prefeitura de Passa e Fica, e o mais breve possível traremos novidades desse caso.

Por Dayane Lima para o NovaCruzOficial

Entre em Contato conosco:
novacruzoficial@hotmail.com
Siga-nos no Twitter: @NovaCruzOficial

Nenhum comentário:

Postar um comentário