terça-feira, 30 de junho de 2015

Presos suspeitos de estupro e sequestro que acabaram com paraibana morta em Pernambuco

Imagem compartilhada por WhatsApp
Local do crime, na Zona Rural de Goiana
A Polícia Civil da Paraíba apresenta nesta terça-feira (30) os dois homens suspeitos de sequestrar, atropelar e estuprar duas mulheres. Os envolvidos foram presos em João Pessoa, no bairro dos bancários, e em Igarassu, na Grande Recife (PE). Uma das vítimas morreu. O crime começou no sábado (20), na Capital paraibana e encerrado no domingo (21).  A informação foi apurada com exclusividade e divulgada primeiro pelo Portal Correio.
Os jovens estão recolhidos na Central de Polícia Civil de João Pessoa. Nesta terça, uma equipe do Instituto de Polícia Científica (IPC) da Paraíba colheu material genético dos suspeitos para confrontar com o das vítimas. Os delegados paraibanos responsáveis pelas investigações não quiseram detalhar a prisão da dupla.
Na Paraíba, as investigações foram comandadas pelos delegados Walter Brandão e Roberta Neiva, que foram designados em caráter especial pelo superintendente da Polícia Civil da Paraíba, delegado Marcos Paulo. 
A paraibana de 31 anos, que sobreviveu às torturas, teve perda de memória. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (29) pelo delegado da Polícia Civil de PE, Hebert Martins, que investiga o caso. A mulher segue internada na UTI de um hospital particular em Recife-PE e não há previsão de alta médica. A jovem está recuperando a memória de forma gradual. O bebê da sobrevivente passa bem.
De acordo com a Polícia Civil da Paraíba, as duas mulheres e o bebê de uma delas foram sequestrados por homens que ainda não haviam sido identificados. As vítimas foram abordadas e conduzidas no carro de uma delas, um Fiat Siena, até a Zona Rural da cidade de Goiana, na Zona da Mata do estado de Pernambuco, a 62 km de Recife, na fronteira com a Paraíba. “Os dois jovens estavam em uma motocicleta. Um deles foi no carro e outro na moto. Quando chegaram no canavial em Goiana cometeram o crime”, falou Walter Brandão.
Segundo oficiais da 3ª Companhia de Polícia Militar de Goiana e do 2º Batalhão da PM de Nazaré da Mata, que atuam na região, as mulheres foram conduzidas a um canavial às margens da rodovia BR-101, próximo à fábrica da Jeep, onde foram e estupradas. Após o abuso sexual, os bandidos amarraram as mulheres e passaram com o carro por cima das duas, causando a morte de uma delas.
Todos os detalhes sobre as investigações serão divulgados nesta terça (30), na Central de Polícia na Capital, às 17h.  fonte. http://portalcorreio.uol.com.br

domingo, 28 de junho de 2015

Nova Cruz. Cubanos do Mais Médicos se casam com brasileiras no RN e PR


Recém-casados, a estudante Mel Santos e o médico cubano Osmany Garbey durante a lua de Mel em no Rio
Recém-casados: a estudante Mel Santos e o médico cubano Osmany Garbey em lua de mel no Rio(Felipe Frazão/VEJA)
Se maio é o mês das noivas, junho foi o mês em que noivos cubanos do programa Mais Médicos enfim começaram a receber autorização para se casar com brasileiras, depois que uma reportagem do site de VEJA mostrou as dificuldades que vinham sendo impostas por Havana a esse tipo de união. Houve dois matrimônios confirmados, um no interior do Rio Grande do Norte e outro no Paraná, e um dos recém-casados afirma que sabe de pelo menos dois conterrâneos que também se uniram a brasileiras na Bahia e em Pernambuco.

LEIA TAMBÉM:

Neste sábado, após mais de nove meses de espera por um aval da Justiça, o médico Adrian Estrada Barber, de 28 anos, casou-se com a farmacêutica Letícia Santos Pedroso, de 42, no cartório de Arapoti, cidade paranaense de 27 000 habitantes. Eles agora vão marcar uma data para a comemoração com familiares e amigos. A união demorou a acontecer porque, como revelou a reportagem,o contrato assinado por Barber em Havana restringia relacionamentos amorosos com estrangeiras e determinava que os integrantes do Mais Médicos pedissem autorização aos chefes da missão cubana no Brasil antes de se casarem.
Um dia depois de tomar conhecimento da situação pelo site de VEJA, o juiz da vara cível de Arapoti, Dawber Gontijo Santos, deu aval à união. Em sua decisão, ele manifestou o mesmo entendimento do Superior Tribunal de Justiça e da Justiça Federal: as restrições impostas pelo regime comunista dos irmãos Fidel e Raúl Castro são fruto de um contrato particular dos profissionais com a empresa estatal Comercializadora de Serviços Médicos Cubanos S.A., vinculada ao Ministério da Saúde Pública de Cuba, e esse contrato não pode se sobrepor às leis brasileiras.
O contrato, disse o juiz Santos, "tem cunho meramente patrimonial" e por isso "não tem o condão de se impor sobre norma de ordem pública". Não pode, portanto, "subtrair do contraente a capacidade de praticar atos da vida civil" ou ser considerado causa "impeditiva do matrimônio".
O outro médico cubano que se casou no Brasil este mês, Osmany Garber Charadan, de 33 anos, conta que não passou pelas dificuldades enfrentadas por Barber. Instalado com mais oito médicos cubanos em Nova Cruz, cidade de 37 000 habitantes no Rio Grande do Norte, ele relata que em maio o cônsul de Cuba em Salvador, Orelvis Montes de Oca León, responsável pelo região Nordeste, visitou os integrantes do Mais Médicos em Nova Cruz e afirmou que não havia proibições do gênero. "Não fez objeção a nada", diz Charadan
.
Diante disso, ele e a noiva, a estudante denutrição Mel Santos, de 20 anos, reuniram a documentação, deram entrada no cartório e oficializaram a união no dia 11 de junho. A cerimônia reuniu treze médicos cubanos, autoridades do governo do Rio Grande do Norte e até o prefeito da cidade, Cid Arruda (PSB). "Eu li o contrato e o que entendi que o que não podemos é abandonar o Mais Médicos. Podemos casar sim, mas temos que concluir o contrato que assinamos em Havana". explica o médico, que conhece mais dois cubanos, na Bahia e em Pernambuco, que também se uniram a brasileiras, e tem outros colegas de casamento marcado.
Nenhum deles, no entanto, está livre de punições. Ao se casar sem autorização,o médico cubano fica sujeito a sanções disciplinares que vão de simples advertência ao corte de 20% do salário anual e, em último caso, à exclusão do Mais Médicos, o que obriga o retorno a Cuba. Já a Constituição brasileira garante o direito a visto de permanência para o estrangeiro que se casar com brasileira em território nacional.
O casamento com estrangeiros sempre foi visto em Cuba como uma maneira de facilitar a saída da ilha. Até as reformas de 2013, obter passaporte e autorização da ditadura castrista para viajar ao exterior era um privilégio para poucos e as punições ainda são duras para quem abandona missões no exterior, uma das principais fontes de renda do país.    fonte. veja.abril.com.br

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Nova Cruz. Prefeitura paga salário de junho e 40% do 13º nesta sexta-feira


prefeitura nova cruzA Prefeitura de Nova Cruz efetua nesta sexta-feira (26) o pagamento da primeira parcela do 13º salário dos funcionários públicos municipais. O valor corresponde a 40% do total e será depositado junto com o salário referente ao mês de junho.
A medida faz parte da política de respeito e valorização do servidor público de Nova Cruz, que vem sendo empregada pela atual administração, que cumpre mais uma vez com o seu dever de forma antecipada. O servidor público municipal de Nova Cruz  conta regularmente com o pagamento salarial em dia, possibilitando o planejamento e cumprimento de suas responsabilidades de forma regular.

terça-feira, 16 de junho de 2015

Sociedade civil participa de Fórum contra o Trabalho Infantil em Nova Cruz.


O evento aconteceu na manhã de ontem, no auditório da Câmara Municipal e contou com um público formado de profissionais da Assistência Social, Saúde e da Educação, e de representantes dos Conselhos, Tutelar e dos Direitos da Criança e do Adolescente.
FORUM TRABALHO INFANTIL OFF 2








A  abertura foi feita pela Secretária Márcia Valéria e pelo Prefeito Cid Arruda. Ambos enfatizaram e parabenizaram toda a programação da Mobilização contra o Trabalho Infantil, elaborada por técnicos da Assistência Social.
O Prefeito lembrou que Nova Cruz foi um dos primeiros municípios no Rio Grande do Norte a aderir ao Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, isso em 2003, quando na sua primeira gestão a frente do Município.
A Secretária Márcia destacou em suas palavras que a atual gestão é ciente de que há denúncias de trabalho infantil no município, principalmente na feira livre, onde profissionais daquela Secretaria constataram à prática ilegal. Segundo ela, o município está encarando corajosamente o problema através de um Plano de Ação contra o Trabalho Infantil, cujas ações permearam a Mobilização ora concluída com o Fórum.
FORUM TRABALHO INFANTIL MARCIA
Em seguida, os alunos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV SEMEAR, se apresentaram inicialmente, com uma encenação sobre o Trabalho Infantil e em seguida cantaram uma paródia de uma música internacional cuja letra enaltece a educação como prioridade na vida das crianças.
FORUM TRAALHO INFANTIL APRESENTAÇAO SEMEAR
A Secretária Márcia Valéria acompanhada das técnicas, Dreyd Carla e Juliane Borges, apresentaram todas as ações realizadas desde 2013 pela Prefeitura em relação ao combate ao trabalho infantil.
forum trabalho infantil off
Em seguida aconteceram duas Palestras: A primeira com o tema, “ A importância do Trabalho em rede para o enfrentamento do Trabalho Infantil, proferida por Célia Galvão, Tecnica do Ministério do Trabalho e Emprego – MTE/RN e a segunda, realizada pela Dra. Ariluce Fernandes, Médica do Trabalho, que discutiu acerca das “implicações do Trabalho Infantil no desenvolvimento da Criança e do Adolescente”.
forum trabalho infantil 2
Os participantes tiveram oportunidade de debater sobre os temas e sobre toda a mobilização promovida pela Prefeitura em combate ao Trabalho Infantil.
FORUM TRABALHO INFANTIL VEREADORES.

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Nova Cruz. Prefeitura adquire novo veículo para Assistência Social

O novo automóvel é um Volkswagen, modelo Saveiro, cabine dupla, motor 1.6, zero quilometro, com ar condicionado e lugar para cinco pessoas.
A Prefeitura de Nova Cruz, por meio da Secretaria de Assistência Social, adquiriu um novo carro para o Programa Bolsa Família. A entrega aconteceu nessa segunda-feira (08), em Natal, na concessionária Nacional Veículos, ganhadora da licitação. O automóvel foi entregue ao prefeito Cid Arruda e a secretária de Assistência Social, Márcia Valéria de Morais.
Veiculo adquirido pela Prefeitura de Nova Cruz (1)
Veículo foi entregue ao prefeito Cid Arruda e a secretária de Assistência Social de Nova Cruz, Márcia Valéria
O novo automóvel é um Volkswagen, modelo Saveiro, cabine dupla, motor 1.6, zero quilometro, com ar condicionado e lugar para cinco pessoas. O carro foi adquirido com recursos do Índice de Gestão Descentralizada do Programa Bolsa Família, ao preço de R$ 54.500,00, já emplacado.
Veiculo adquirido pela Prefeitura de Nova Cruz (2)
Na atual administração, esse é o segundo carro adquirido para a Secretaria de Assistência Social
Segundo a secretária Márcia Valéria, o veículo será útil para as atividades desenvolvidas pelos profissionais do Programa Bolsa Família em Nova Cruz, facilitando o serviço de visitas domiciliares e institucionais, além da execução de projetos nas escolas e nos serviços de convivência, tanto da zona urbana quanto na área rural de Nova Cruz. “A prefeitura vem trabalhando com seriedade na construção de uma assistência social modelo e esse é mais um benefício conquistado pela gestão municipal”, exaltou.
Na atual administração, esse é o segundo carro adquirido para o Programa Bolsa Família. O primeiro foi um Uno Vivace comprado em 2014. Com mais essa aquisição, o Programa Bolsa Família encontra-se equipado com transporte e reforma já realizada nas instalações, que contam agora com novas salas de atendimento ao público climatizadas, computadores, móveis de escritório, entre outros equipamentos.

domingo, 7 de junho de 2015

Sesap divulga segunda-feira resultados de campanha de vacinação contra Gripe

ASCOM/SESAP05 jun 2015 15:19
ASCOM/SESAP
A expectativa do Ministério da Saúde é vacinar 80% do público-alvo
A Secretaria de Estado da Saúde Pública divulgará na próxima segunda-feira (8) um balanço da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza que encerrou, em todo o país, às 17h desta sexta-feira (05). Segundo informa a Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Sesap, dependendo dos resultados apurados, a vacinação poderá ser prorrogada no Rio Grande do Norte.
Até o final da manhã desta sexta-feira um total de 452.762 mil pessoas foram vacinadas, o que representa 67,92% do público-alvo que é de 666.632 pessoas. O grupo dos trabalhadores em saúde e de mães em pós-parto foram os que mais compareceram aos postos de saúde para receber a dose da vacina, enquanto que os de gestante e de indígenas foram os que menos foram vacinados.
A Secretaria de Estado da Saúde Pública, através da Subcoordenadora de  Epidemiologia, Kristiane Fialho, reforça que as pessoas pertencentes aos grupos de cobertura da vacina devem procurar as unidades, em busca da prevenção, porque a vacina imuniza contra três sorotipos: o Influenza B, o H3N2 e, inclusive, o tão falado H1N1.  A expectativa do Ministério da Saúde é vacinar 80% deste público, composto por: idosos com 60 anos ou mais de idade, os trabalhadores de saúde, os povos indígenas, as crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto). O percentual de cobertura vacinal é calculado com base na estimativa da população a ser vacinada frente ao número de doses da vacina já aplicadas.
Até o momento, no RN, o grupo com maior percentual de cobertura vacinal é o das mulheres no pós-parto com 4.816 doses aplicadas, o que representa 83,65% de cobertura vacinal; seguidas de trabalhadores em saúde com 69,41%, ou 41.755 doses; vindo depois o de crianças com 68,20%, que corresponde a 145.686 doses aplicadas; e dos idosos com 67,58%, o que representa 235.650 idosos vacinados. Até o momento, o grupo que menos recebeu a vacina foi o de indígenas com 52,67 que corresponde a 1.763 doses distribuídas.
Os dados são do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), do Ministério da Saúde, e estão sendo monitorados constantemente pela equipe da Coordenação Estadual de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). fonte.http://www.saude.rn.gov.br/

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Nova Cruz.Morre Ken Humano, aos 21 anos, durante tratamento contra leucemia

  • Celso Santebanes, conhecido como o Ken Humano, morreu nesta quinta-feira, 4 de junho de 2015
  • Ana Hickmann foi até Uberlândia, em Minas Gerais, para conversar com Celso Santebanes, conhecido como Ken Humano. Na ocasião, o modelo comentou que havia ficado entre a vida e a morte após descobrir uma leucemia (câncer no sangue), em janeiro deste ano
  • Celso Santebanes tinha 21 anos e teve uma piora no seu quadro de saúde nos últimos dias
  • O modelo era portador de Leucemia Linfóide Aguda Philadelphia positivo, e morreu em decorrência de agravamento do quadro clínico de pneumonia
  • Em recente entrevista a Ana Hickmann, Celso falou sobre a sua luta contra o câncer
  • Em julho do ano passado o modelo esteve no programa 'Encontro com Fátima Bernardes' para falar falar sobre as plásticas que começou a fazer aos 17 anos para se tornaram um 'boneco humano'
Morreu na tarde desta quinta-feira (4) Celso Santebañes, mais conhecido por Ken Humano. O jovem de 21 anos estava internado no Hospital de Clínicas de Uberlândia da Universidade Federal de Uberlândia e não resistiu a uma pneumonia. De acordo com a unidade médica, Celso fazia quimioterapia para tentar se curar de uma Leucemia Linfóide Aguda Philadelphia. Recentemente Ana Hickmann entrevistou o Ken Humano e recebeu um elogio do rapaz: "Como ela é linda, gente. É a Barbie!".
Celso Santebañes ganhou o apelido de Ken Humano após passar por inúmeras cirurgias plásticas no nariz, queixo e maxilar na tentativa de ficar a cara do namorado de Barbie, como também já fizeram outros anônimos na busca pela fama. Na entrevista a Ana Hickmann, o modelo recordou como descobriu o câncer na corrente sanguínea: "Quando estava escovando o dente, começou a sair sangue da minha boca, mas não dei importância. No dia seguinte, saiu sangue do meu nariz e fui para o hospital. Fiz exames e o médico disse que eu ficar internado. Achei que teria alta no dia seguinte, mas refizeram os exames e um médico veio falar comigo me dando o diagnóstico".
Na ocasião, Celso chegou a chorar ao afirmar que não esperava permanecer vivo. "Achei que ia morrer por causa da doença. Eu enxergava o câncer como pena de morte. Estava em uma situação crítica e achava que iria ficar pior", declarou. O Ken Humano disse ainda que chegou a ouvir um médico não lhe dando muito tempo de vida. "Eu estava em coma e ouvi ele dizer que não iria durar 12 horas. Nesse momento, eu fiquei com mais força de voltar (do estado de coma)", recordou. Celso contou também as dificuldades que passou durante o período de internação. "Eu não conseguia tomar um copo de água, comer ou engolir, e sentia a boca amarga", enumerou para a mulher de Alexandre Corrêa, com quem está casada há 17 anos.fonte..msn.com

quarta-feira, 3 de junho de 2015

NOVA CRUZ. Calçamento das Ruas Francisco Cordeiro Do Vale. PLANALTO

  O Planalto é atualmente um dos bairros mais populosos da cidade, e mesmo com vários problemas de infra estrutura, segue sendo uma das localidades que mais crescem em Nova Cruz.A obra é uma antiga reivindicação da população que agora vira realidade.a prefeitura está empenhada para concluir estes calçamentos o mais rápido possível. “O desejo da prefeitura é entregar estes calçamento com agilidade e também com qualidade, diminuindo assim os transtornos à população”                                                                                                                                                                              
      
        
Rua. Francisco Cordeiro Do Vale 
flagrante. Já a  Emanuele cruz  moradora da Rua. Francisco Cordeiro Do Vale, o calçamento da rua é um sonho antigo da população. “Nós que moramos na rua Francisco Cordeiro Do Vale  estamos muitos felizes, pois a sua pavimentação já foi muito prometida e nunca cumprida, sem falar que quando chove ela fica intransitável, com o calçamento, estes problemas serão sanados”, disse.