domingo, 5 de junho de 2016

Promotora acusa prefeito de Tacima de dilapidar gestão



A promotora de Justiça Ana Maria Pordeus Gadelha, da comarca de Araruna, roubou a cena hoje de manhã durante a solenidade de instalação do Gabinete de Gestão de Monitoramento Eleitoral (Sala de Monitoramento), instalado nas dependências do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB). Ela fez um apelo público às autoridades do TCE para que ajudem na investigação de desmandos cometidos pelo prefeito de Tacima, Targino Pereira da Costa Neto (PMDB). Em público, ela disse ter acionado, sem resposta, a presença de auditores do TCE para que tomem providências sobre a gestão municipal: - Vão lá. Eu entrego tudo a vocês como já fiz desde abril. Temos que agir porque Tacima é um município muito pobre e de população indigente e o prefeito está há oito anos dilapidando o patrimônio público e enriquecendo ilicitamente. O filho dele é secretário de Finanças e já foi prefeito de Lagoa Dantas, município próximo a Tacima, e foi condenado pelo Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte a devolver R$ 229 mil aos cofres públicos. Estou esperando os senhores o mais rápido possível para tomar uma providência. Ana Maria adiantou que vai apresentar uma ação pedindo o afastamento do prefeito sob a acusação de improbidade administrativa: - Não podemos assistir a isso de braços cruzados! O depoimento da promotora foi gravado pelo repórter Dênis Coelho, da Nova Tambaú FM. fonte, http://www.ivanfilmagempb.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário