terça-feira, 3 de dezembro de 2019

CEM ANOS DE NOVA CRUZ. 105 ANOS DOS ARRUDA



Hoje completa cem anos que a Vila de Nova Cruz foi promovida de Vila à Cidade, a minha cidade. Quando isso ocorreu, a família Arruda Câmara já vivia lá há cinco anos.
Taciana e Antônio de Arruda Câmara já estavam na cidade onde  haviam nascido dois dos seus 12 filhos; outros oito viriam a seguir. Eles vieram do Amazonas, onde o patriarca dirigia um seringal, na cidade de Lábrea.
Antonio Arruda foi nomeado e eleito Prefeito da cidade que ajudou a fazer. Assim como o seu filho Lauro; a nora Joanita, e o neto Cid.
A história de Nova Cruz se confunde com a família Arruda Câmara, assim como a história dos Arruda se confunde com a história de Nova Cruz.
Até mesmo num gesto translocado praticado no que deveria ser a festa do centenário da cidade: Cid, o ex-prefeito, usou o muro da sua casa, a casa grande de Joanita e Lauro, do jeito que foi usado para a expedição de várias mensagens de efeito instantâneo.
Hoje a mensagem de CID, parabenizando os seus conterrâneos pelo centenário não pode ser lida. A Prefeitura instalou uma “decoração natalina” justo na frente do letreiros aberto no muro com uma mensagem de confraternização.
A Prefeitura comete um duplo atentado: atentado à liberdade de expressão e a inteligência dos novacruzenses.
(O autor desse post é neto de Antônio de Arruda Câmara, filho de Joanita e Lauro Arruda Câmara e irmão de Cid Arruda Câmara e tem muito orgulho de ser de Nova Cruz). fonte. http://blog.tribunadonorte.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário