quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Um dos autores de chacina em Nova Cruz é preso e fala sobre o crime ao Portal NCO

'Pescocinho' fez declarações ao Portal NCO sobre o crime desta terça (Foto: Dayane Almeida/Portal NCO)
Publicidade
Por Dayane Almeida para o Portal NCO
Foi preso na noite desta quarta-feira (20) Alberto Arnoud de 21 anos, um dos autores da chacina que matou quatro pessoas na rua São Pedro, na noite dessa terça-feira (19). 
Segundo informações repassadas pela Polícia Militar do 8° BPM a reportagem do Portal NCO, após denúncia anônima, uma guarnição comandada por Soldado Soares, composta por sd. Jonas, sd. Alexandre 2 e sd. Vagner montou um cerco no endereço onde Alberto, vulgo 'Pescocinho' estava. Após manter contato com a mãe do mesmo, os agentes confirmaram que 'Pescocinho' estava na sua casa. Ao entrarem na residência o elemento foi encontrado dormindo, então foi dado a ele voz de prisão. Pescocinho foi encaminhado a Delegacia de Polícia Civil. 
'Pescocinho' deu uma entrevista exclusiva a reportagem do Portal NCO e falou sobre o crime. Quando perguntado sobre a real motivação do crime, ele disse: "Ontem eu estava na casa do Fernando bebendo um litro de montila com ele. Daí ele apareceu com um frasco de loló e me ofereceu. Depois que eu cherei o loló 'butei' a mão no bolso e vi que desapareceu R$ 200,00 meu. Aí eu disse pra ele me devolver, mas ele não devolveu. O 'boy' disse que eu tinha perdido, aí eu não aceitei... Saí da casa dele e fui chamar meu comparsa. A gente pegou uma garruncha, voltou na casa dele e meteu tiro..." 
Quando perguntado se sentia algum arrependimento, ele falou o que chocou a todos na sala durante a entrevista. 'Pescocinho' disse que Marcos da Silva Coelho de 28 anos, Sebastião Cordeiro de 24 anos e a adolescente de 16 anos morreram por engano. Sob efeito de entorpecentes e alcóol ele ficou totalmente desorientado. 
"Eu e meu comparsa 'foi' pra matar o Fernando, mas na hora eu 'tava' muito doido, quem estava na sala foi levando tiro. Eu me arrependo de ter matado os dois homens lá e a menor, ela era muito conhecida minha e da minha mãe... mas na hora a gente não viu nada, fomos metendo bala."
Continuando seu relato, 'Pescocinho' ainda falou sobre o que aconteceu após o crime.
"Eu saí doido correndo, me meti pra cima dos arames e dos matos, aí eu ví uma viatura e saí correndo pra casa... Depois naquela madrugada eu me escondi e fugi pra Paraíba, só que hoje eu voltei pra casa. Na terça-feira eu ia me apresentar com um advogado e vê se eu saia dessa", disse. 
A Polícia Militar já sabe quem foi o comparsa de Pescocinho e já está a procura dele. O Portal NCO está acompanhando todo o caso bem de perto junto a PM. Qualquer novidade será divulgado em primeira mão. fonte.portalnco.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário